Impactos do coronavírus na odontologia

Impactos do coronavírus na odontologia


04/06/2020

A propagação da pandemia de coronavírus deixou clara a importância de se tomar medidas para reduzir o impacto e a proliferação da doença nos consultórios de odontologia.

Todos os profissionais de saúde já estão colocando em prática as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que a exposição à Covid-19 seja menor e para proteger a sua saúde, a de sua equipe, de seus pacientes e de todas as famílias envolvidas.

No entanto, é inevitável que a pandemia do coronavírus gere impactos na odontologia, como vem impactando em outros da economia mundial. Listamos alguns deles nesse post. Leia até o final e confira.

Diminuição do fluxo de pacientes

No caso de uma crise como essa, a maioria das pessoas se torna mais cautelosas em suas decisões. Assim, será muito comum que elas não fechem orçamentos com rapidez, reduzem gastos e adiam tratamentos que possam esperar por um tempo. É fato que o número de pacientes a ser atendidos irá diminuir, principalmente nos casos de procedimentos estéticos. A maioria das pessoas está fechada em casa, obedecendo a quarentena, por isso, só irão procurar um dentista em caso de emergência.

Fornecimento de suprimentos com interrupções

O crescimento do consumo de certos insumos de saúde está impactando as cadeias de suprimento diretamente. Com isso, será muito provável que falhas de serviço, indisponibilidade de artigos e atrasos nas entregas dos fornecedores aconteçam. É preciso, por conta disso, ficar de olho nos preços abusivos a ser praticados pela falta dos equipamentos no mercado.

Fluxo futuro impactado

A união dos problemas com os suprimentos médicos com a diminuição da demanda deverá trazer efeitos econômicos negativos em cascata a todos os setores, incluindo a área Odontológica. O fluxo de caixa será impactado, principalmente o fluxo de entradas. As clínicas e consultórios que, no entanto, possuírem parcelamentos de tratamentos definidos e com o tipo de pagamento que não dependa da ida do paciente até o local podem sofrer menos.

Todo esse problema se perpetuará por um tempo considerável – talvez até anos – antes da certeza da retomada das atividades das pessoas. E levará mais tempo ainda para a economia global entrar em recuperação. Por isso, o ideal é se preparar e rever seu planejamento. É possível tomar as seguintes medidas:

1. Planejamento financeiro: com ele você terá recursos para encarar os períodos de turbulência. É preciso ter fluxo de caixa para arcar com os custos, levando em consideração a queda de receita. Caso contrário, é preciso traçar um plano para buscar e reforçar o caixa o quanto antes. Use ferramentas de planejamento financeiro para ajudar.

2. Controle de estoque: faça uma análise de seu estoque e das possibilidades de falta de produtos e como isso afetaria sua rotina. Lembrando que sem material se torna inviável realizar os procedimentos.

Esse é um período turbulento, mas que vai passar. E quanto mais preparado você estiver para enfrentá-lo, menos receberá o impacto e se recuperará mais rapidamente. Podemos lhe ajudar a minimizar os impactos do coronavírus na sua empresa de odontologia.

Gostou desse post? Agora entre em nosso site para conhecer nosso trabalho e ler outros artigos interessantes em nosso blog. Entre em contato conosco por e-mail, mídias sociais, WhatsApp ou telefone e contrate nossos serviços de contabilidade para a área de saúde.


Leia Também: Orçamento para Clínicas e Consultórios

 

Sobre a Autora:

Adriana FrançaAdriana França

Sócia fundadora da ContaDr. e Especialista em Contabilidade para Profissionais da Área da Saúde

Linkedin contato@contadr.com.br


Gostou desta matéria? Receba mais informações importantes para o seu Negócio se inscrevendo na nossa Newsletter mensal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *