Tributário


O que é necessário para abrir meu consultório odontológico?

Veja o que é necessário para abrir o seu consultório odontológico. Planejamento, como montar e documentos necessários. Confira o conteúdo completo!

Após anos de espera, recebemos o sinal verde para exercer a nossa profissão, brilhar com o nosso nome e abrir o próprio negócio.

Principalmente nos cursos que tratam da saúde, após tantas especializações e plantões, dá até um frio na barriga só de pensar em caminhar sozinho daqui para frente, não é? Garanto que o sentimento é o mesmo para quem está voltando agora para o mercado também.

Mas, não se preocupe. Não deixe a ansiedade fazer com que você meta os pés pelas mãos, veja, abaixo, o que é necessário para abrir o seu consultório odontológico.

abrir consultório odontológico

Análise e planejamento

Antes de qualquer coisa, é preciso estudar e planejar muito bem suas finanças e a estrutura do seu projeto. É essencial criar um plano de negócios para ajudar nos objetivos e passos viáveis a serem seguidos.

Com as ideias no papel, a probabilidade de ocorrer um erro no seu consultório é menor, pois foi previsto nesta parte do planejamento e é exatamente por isso que é tão importante. Portanto antes de decretar qualquer coisa, é preciso analisar a fundo as possibilidades do seu projeto com todos os fatores relevantes.

Ao escolher a área que deseja abrir o consultório odontológico, considere que ao decidir a região, você também irá determinar o público-alvo e a sua receita mensal. Por isso, deve ser analisada minuciosamente.

A escolha do local também influenciará na hora de decidir a especialização do seu consultório. Ela tem que ser um diferencial para atender seu público, pois consequentemente, tornará seu negócio rentável.

Então, planeje sem pressa e detalhadamente. Essa é a hora de colocar tudo na ponta do lápis, incluindo os gastos com:

– Objetos decorativos;

– Móveis;

– Equipamentos;

– Fornecedores;

– Funcionários;

– Contas;

– Aluguel;

– Materiais;

– Etc.

Como se sabe, o mais caro é investir em equipamentos de trabalho. Então, anote também os que são básicos para o funcionamento de um consultório odontológico:

– Cadeira odontológica;

– Câmara escura;

– Fotopolimerizador;

– Negatoscópio;

– Compressor;

– Autoclave;

– Bomba a vácuo;

– Seladora.

Por falar em materiais, desde o princípio, é crucial planejar o fornecedor que estará neste projeto com você, pois muito do seu trabalho também dependerá dele.

Se o prazo de entrega dos produtos não for atendido, poderá faltar estoque e disponibilidade de atendimento aos clientes, prejudicando sua renda e credibilidade.

De volta ao papel

Assim que definir seus recursos e objetivos e estiver pronto para concretizar seu consultório odontológico, é hora de voltar novamente para o papel, mas dessa vez, o papel que formalizará o seu negócio.

É preciso:

– Criar o registro de autônomo;

– Registrar-se no Conselho Regional de Odontologia do seu Estado;

– Inscrever-se no INSS;

– Inscrever-se na Junta Comercial e na Prefeitura;

– Criar o Alvará de Funcionamento da Vigilância Sanitária Municipal;

– Criar o Alvará de Funcionamento proporcionado pelo Corpo de Bombeiros;

– Inscrever-se em uma empresa especializada em coleta de resíduos.

Como a questão da papelada é sempre burocrática, o melhor a se fazer é contratar uma empresa especializada em contabilidade, como medida de segurança.

Por falar em contabilidade, você precisa de uma orientação? Entre em contato conosco para solicitar um orçamento e garanta o sucesso do seu negócio.


Leia Também: Aposentadoria e Previdência para Médicos

Resumindo

Quais documentos preciso para abrir minha clínica odontológica?

  • Registro de Autônomo;
  • CRO do estado;
  • Inscrição no INSS;
  • Inscrição na Junta Comercial/Prefeitura;
  • Alvará de Funcionamento;
  • Vigilância Sanitária;
  • Alvará do Corpo de Bombeiros;
  • PGRSS (coleta de resíduos de saúde).

Quanto custa para abrir um consultório odontológico?

Depende! São muitas variáveis no processo. Você vai abrir sozinho ou com sócios? Vai ser só um consultório ou uma clínica? Qual é a localização do consultório? Pretende ter funcionários? Quantos? Quais serão os serviços oferecidos? Como vai ser o design e arquitetura do seu consultório? Para isso tenha ajuda de uma contabilidade que pode facilitar esse processo!

Como controlar os gastos da minha nova clínica odontológica?

Nossa primeira dica é sempre separar despesas pessoais e profissionais. Assim não corre o risco de confundir as coisas e pagar impostos desnecessários. A segunda dica é sempre fazer uso de uma planilha ou um livro caixa para saber quais são as entradas e saídas de dinheiro e evitar ralos financeiros.

Sobre a Autora:

Adriana FrançaAdriana França

Sócia fundadora da ContaDr. e Especialista em Contabilidade para Profissionais da Área da Saúde

Linkedin contato@contadr.com.br

Contabilidade para Médicos e Dentistas

Outras publicações

Abaixo estão algumas publicações que podem te interessar

Enviar
1
💬 Precisa de Ajuda?
Olá 👋
Quero ser Cliente ContaDr.!